Desde a última vez que fechei meu caderno, muita coisa mudou. Muitos pensamentos mudaram, muitas atitudes mudaram, muitos amigos mudaram também e isso é bom [Você vai conferir figurinhas novas marcando presença nos comentários]! Desde a última vez que fechei meu caderno, fiquei pensando em quando deveria reabrí-lo. O tal do “momento certo” talvez seja uma coisa que nunca chega pra ninguém. Na verdade, quando o tal “momento” chega, todo mundo é avisado, menos você mesmo. Aí você vai lá e faz o que tem que fazer, sem pensar exatamente se aquele é o momento certo ou não, mas confiante no coro de anjos que diz: “pronto, agora podeis passar”.

É bom ter um espaço virtual. Eu gosto, é divertido. Você pode conhecer gentes diferentes e sair um pouco da sua ilhota. Chega uma hora da vida em que “partir” pode ser o comando necessário que se esteja esperando. O li esta semana, depois comento com vocês. Realmente, não há muita razão para se estar no mesmo lugar. Tome Deus como exemplo: Ele, que teria a obrigação de “permancer no mesmo lugar”, o faz em movimento, se movendo sempre, nos movendo sempre em novas direções. Sua criação é cheia de movimento, tudo sai de um canto para outro… Isso me leva a duvidar se Ele é mesmo tão imóvel assim.

Devo estar de volta porque me mexi, porque parti daquele lugar que vocês me encontraram quando me conheceram, quando leram O Caderno pela última vez. O que você vai poder acompanhar aqui é realmente um diário de viagem, de alguém que está indo para outro lugar, que talvez nem sabe onde é, mas assim como o vento, está indo… E indo… E se alegra por não estar parado.

Aqui, você com certeza não encontrará um diário daqueles que poderia ser encontrado no quarto de um adolescente de 13 anos [sim, eu gostava do DOUG, e vocês?], ou relatos da vida de um popstar gospel [até porque nem sonho mais em ser um popstar gospel]. Não prometo grandes invenções ou sermões que sejam melhores que os de Joyce Meyer. Mas garanto que você vai encontrar vários convites que farei questão em fazer.

O primeiro deles é este: PARTA!

Anúncios