Archive for outubro, 2008


Todos estão cegos.

https://i0.wp.com/upload.wikimedia.org/wikipedia/en/a/a5/Blindness_poster.jpg

Não sei ainda, Não sei. Cheguei do cinema, comentei com meus amigos que estiveram lá comigo, perdi o fôlego milhares de vezes, quase chorei, acho que vou chorar daqui a pouco. É forte, é muito forte, é muito profundo, é mais real do que qualquer outra ficção que eu já tivesse assitido. O filme mais real de todos! Nunca vi alguém retratar a realidade de forma tão impressionante.

Todos estão cegos. E parece que eu sou o único a enxergar. Pensei em escrever algo desde antes de assistir, e pensei nessa frase. Aqui, de volta, não resisto ao clichê. Ainda não consigo falar muito, talvez consiga fazer uma crítica mais elaborada por aqui, mas depois, outro dia, quando eu passar a enxergar as coisas mais em ordem do que hoje. Deve ser porque estou num tempo interessante de não falar, na verdade de aprender a gostar de ouvir, e ouvir. E ser alimentado pelo que ouço. E deixar a maioria das coisas que devem ser ditas para daqui a pouco.

Enquanto isso, se você ainda não assistiu, vê aí se o trailer te encoraja a correr até o cinema.

Anúncios

[Blog do Jeff agora com trilha sonora! Clique no player aí embaixo e leia o texto com som!]

Na quinta passada estava na casa do Pastor, em mais um desses dias de muito trabalho e pouco tempo para pensar em coisas que não tenham a ver com trabalho. Depois de fazer mais uma arte e redigir mais um texto quase que mecanicamente, me deixaram sozinho no escritório e pude pensar um pouco. Existem épocas da sua vida que são um pouco complicadas, períodos em que você é tão “prensado” que, às vezes, você pede a Deus para parar de falar, tampando os ouvidos.

Foi o que eu fiz naquela tarde, sentado na varanda. Sozinho, sem querer ouvir o Pastor chamando para jantar pela enésima vez, parecia que muito do que eu já tinha ouvido e aprendido estava voltando à memória. O problema é que aquilo tudo era tudo o que eu não queria ouvir, e tapei os ouvidos, chorei, pedi a Ele que parasse. Nada adiantou. Conversão é dar razão a Deus diariamente, é entender que existem verdades que são realmente inquestionáveis.

Continue lendo

Ensina-me a entregar os meus caminhos,
em Tuas fortes mãos e simplesmente nelas descansar.
Ensina-me que o Teu amor, Teu amor Senhor,
nunca falhará, insistirá em me fazer feliz.

E se eu cair , não resistir
e até desanimado me prostrar…
…Sentirei Teu braço forte, ouvirei Tua voz de amor
Teu Espírito me faz ressuscitar.

Ensina-me que tudo coopera para o meu bem;

Ensina-me, ensina-me ,
ensina-me a viver.

(“Ensina-me” – Bpa. Sônia Hernandes)

“Da mesma forma que o Pai que vive me enviou e eu vivo por Ele, assim, todo aquele que de mim se alimenta, por mim viverá” (João 6.57)

E aí? Você já comeu hoje?

Tietagem

Eles!

Deles eu confesso, sou tiete mesmo. Levanto pôster, cartaz, e quando eles vierem aqui no Brazil COM CERTEZA pegarei avião e irei acampar em alguma fila no sudeste. Por incrível que pareça, tenho apenas um CD deles, então, você que me lê já pode clicar aqui e escolher meu próximo presentinho de aniversário, amigo oculto de fim de ano, ou simplesmente me fazer mais feliz.

A novidade da semana é que fui aceito para entrar no BLOGROLL dos meninos, ou melhor dizendo, no SLOBROLL. A “Spetacular League Of Bloggers” é o grupo de pessoas que tem blog e que tem também um link para o blog deles, além de ter em seu blog coisas sobre a banda no conteúdo. Então, todo mundo pode me encontrar também no blog dos MercyMe! Clique aqui para ver.

Para encerrar bem o momento tiete, escolhi um video que foi colocado recentemente no blog dos caras. Depois que vi, descobri que o Alasca pode ser um lugar bem menos entediante [ou seria intediante? Dúvida…] quando se vai com as pessoas certas, ou seja, os MercyMe!

Quando eu crescer quero ter um ministério tão divertido quanto este.

Porque a Lua alta vive

Aí embaixo tem o video de mais um TOP FIVE – Os cinco momentos mais toscos da Tv Brasileira – feito pelos meninos do CQC nesta semana. Quero chamar a atenção de vocês para assistir especialmente a partir do minuto 3:27, quando ouvimos uma mensagem extremamente positiva e marcante para nossas vidas. Você poderá ignorar o vídeo já a partir do minuto 4:38, a não ser que queira ver mais uma pérola By Maísa no final.

Um dia inspirador para você!

Porque a lua alta vive!

Super ação

https://i2.wp.com/img356.imageshack.us/img356/4708/fontegq9.jpg

Lembrei me de um amigo meu, conversando comigo numa das “baladas gospel” em que eu costumava me meter. Ele era meu amigo de infância, me viu crescer e assistiu a muitos micos gigantescos, coisas que eu jamais publicaria no meu blog, mesmo se tivesse um na época. Ouvi uma frase muito boa dele, naquela circunstância: “você sabe se sair muito bem de situações difíceis… Isso é seu, vem de dentro de você!” Meus olhos ficam enormes quando querem, e naquela hora, eu os arregalei, por mais que ele não tivesse prestado atenção nisso, devido à escuridão da “buatchy”.

Hoje, quando escuto sobre superação, vejo que é graça de poucos a proeza. Fiquei feliz, hoje, em saber que meu amigo, que mesmo me vendo errar e acertar milhares de vezes [mais o primeiro do que o segundo, pra ser sincero], me colocou entre as pessoas que ele considera que conseguem superar situações, sair de problemas, de situações complicadas.

Para quem se chama Jacó, Thiago ou James, a notícia não é tão ruim. A tradução “literal” desse nome é “aquele que supera“, que passa por cima. Passar por cima me lembra “Walk On” com a voz rasgada do Bono cantando pra mim: “staaay safe tonight” [essa letra é bem especial, se você não tiver reservas, dê uma olhada e seja tocado. Hehe]. Também me lembra meus dias de escola, minhas camisetas apertadas, os xingamentos pelos corredores, os milhões de trabalhos em grupo que fiz sozinho, as horas do dia que eu disperdiçava vomitando o que comia na refeição anterior. É nessas horas que eu me lembro que superação, de fato, é uma super ação.

Continue lendo