Archive for novembro, 2008


Pra sempre.

https://i1.wp.com/img179.imageshack.us/img179/384/drumtx3.jpg

Alguém pode fazer falta por muito tempo. Eu não sei como anda o seu “saudadômetro”, mas é possível admitir que existe gente que espera por alguém há muito tempo. Não apenas por pessoas, mas também por coisas, por ocasiões. Cada um tem suas esperas. “O Terminal” é meu filme preferido por tratar desses assuntos. As pessoas e tudo aquilo que elas esperam.

Eu não sei se você está esperando alguma coisa. Eu espero por várias. Hoje estou em casa e falta pouco para que eu durma mais uma vez. É estranha a sensação de vazio que existe sempre que eu me sento em frente ao computador, e depois de ler as caixas de entrada, de olhar os comentários nos blogs que administro, depois de ler alguma matéria interessante, depois que olho os bonequinhos verdes do MSN… Vazio. É como se sempre faltasse alguém, e falta mesmo.

Terminei o livro que Andréia me deu de presente [aquele que comentei aqui outro dia] E como os últimos livros que tenho lido, o terminei com os olhos marejados. Depois de passarem vários personagens que agiram heroicamente no contexto “básico” da história bíblica, como Moisés e o próprio Davi, é um dos meus personagens preferidos que encerra a corrida. Jônatas me mostrou um pouco mais de sua lição de vida, muito mais do que aquilo que aprendi e li, depois de tantos anos. Isso me lembrou uma história antiiiiiiga.

Continue lendo

Auto-atendimento.

https://i1.wp.com/img291.imageshack.us/img291/8931/nocaixazr0.jpg

Insira e retire seu cartão para confirmar a operação.
Porque ninguém no mundo entende melhor do assunto do que essas pessoas. Ê saudade!

[Parabéns pra fotógrafa! Erikaaaa amo tu!]

Finally Home

[E o Now Playing dessa semana era até com outra pessoa, mas acontece que eles sempre me lembram que, em algum lugar do mundo a dona Felicidade e eu vamos nos cruzar. Eu sei que, um dia, eu volto pra minha casa.]

[Glória a Deus pelos meus sofrimentos. E pelo MercyMe também. Hehe. Amo demais!]

Por Ti, vale a pena!

Como eu prometi no post passado, a trilha sonora para “aqueles momentos” é bem assim:

Continue lendo

Empurrando a porta.

https://i1.wp.com/img153.imageshack.us/img153/9141/congressni8.jpg

O “Herança Sacerdotal” passou e eu me sinto bem saturado para escrever sobre ele. Imaginem, eu não escrevo sobre outra coisa já a uns seis meses. Até mesmo durante o evento, eu escrevia o tempo todo sobre o que estava acontecendo. Para conferir a versão jornalística dos fatos, feita por mim mesmo, você pode clicar aqui e dar uma lida. Tudo com foto, vídeo, montagem no photoshop. Viva a convergência das mídias!

Um Congresso do Projeto Joel 2 pode ser considerada a atividade que mais me desgasta por um ano. É tudo muito pesado para ser feito: a responsabilidade é grande, o clamor por inspiração é ainda maior, as horas de trabalho, de jejum, de intercessão por ele, por eles, e por mim, comer pouco, dormir menos, trabalhar sob pressão, seja de humanos, seja de espíritos. No final, cansa. Você desmonta todo e dá um mergulho no mar, sem pensar bem no que está fazendo.

Continue lendo

Um lugar para você

Ontem, ganhei um livro. A Andréia enviou-me por minha amiga Vivian, quando estiveram juntas em São Paulo, no fim do mês de Outubro. Não sei ainda como se deu a escolha do presente, mas Andréia realmente me deu algo que eu realmente precisava ouvir. Imagine que você está num estádio, correndo uma prova de atletismo, e das arquibancadas, personagens bíblicos podem descer e falar com você, correndo na mesma velocidade. Que palavras eles diriam? De acordo com aquilo que viveram, o livro diz todas essas palavras. Fui muito tocado e incentivado a receber o bastão da fé.

Escolhi uma dessas histórias para compartilhar com você. São trechinhos do segundo capítulo do livro “Correndo com os Gigantes“, do John C. Maxwell. A Rainha mais famosa da Bíblia vem comentar um pouco sobre sua vida, mostrando como fez para colocar seu nome escrito com todas as letras na lista de livros sagrados.

Continue lendo

É Brazil! [zil zil zil]

Bem, já que estamos prestes a entrar na próxima semana cívica, em homenagem à República, vamos à execução do Hino Nacional.

Vocês conseguem fazer melhor, né gente?