…Então, decidi transcrever algumas coisas. Hábito antigo, mas em dias como estes, sempre válidos. Estou aprendendo.

“Pensem em vocês do jeito que Cristo pensou nele mesmo. Ele tinha um status igual com Deus, mas não pensou tanto em si mesmo ou em se agarrar a esse status, não importando quais seriam as consequências disso. Não mesmo. Quando o tempo veio, ele deixou dos lados os privilégios da divindade e assumiu o estado de um escravo, se tornou humano! Tendo se tornado humano, Ele permaneceu humano. Era um processo inacreditavelmente humilhante. Ele não reivindicou privilégios especiais. Em vez disso, viveu uma vida abnegada, obediente e depois morreu uma morte abnegada e obediente – o pior tipo de morte – uma crucificação.

Por causa dessa obediência, Deus o levantou alto e o honrou muito além do que qualquer um ou qualquer coisa já havia sido honrada, de modo que todas as coisas criadas no Céu e na Terra – mesmo as que há muito tempo estavam mortas e enterradas – vão se curvar em adoração diante desse Jesus Cristo, e confessar em louvor que Ele é o mestre de todos, para a gloriosa honra de Deus, o Pai.

(Filipenses 2.5-11 | The Message)

Anúncios