Archive for maio, 2009


Já é madrugada. Ontem foi mais um dia meio “tapado” pela chuva aqui em Maceió… O que cancelou boa parte das coisas que aconteceriam fora de casa, e consequentemente atraiu o dia para o quarto, a janela embaçada e alguma coisa na Internet. Na primeira saída de casa, ocorreu algo como uma crise, acho que realmente passei mal e comecei a suar, em meio a muitos espirros. O atordoamento foi tanto que desci do ônibus no meio do caminho e percorri uns dois quilômetros a pé. Mas já está tudo bem.

Antes de vir pra cá, estive conversando com algumas horas com o meu pastor. É legal quando você não aluga o pastor para ouvir você, mas simplesmente para para ouví-lo… Sonhar com ele, planejar com ele e saber a opinião dele sobre as coisas, e no meio disso você acaba dizendo como se sente. Gosto dessa versatilidade dele em apanhar coisas no meio das conversas e converter em laudo. Acaba que aqueles papos constrangedores de confissão ficam pra quando a coisa fica realmente preta. Isso poupa muito tempo e muito embaraço, e as coisas acontecem assim, naturais.

Enquanto conversávamos, um sorriso não saía do meu rosto. Eu não sei se ele notou isso, mas eu já estava pensando exatamente no que eu iria escrever aqui. Uma constatação não muito confortável me deixou, como eu gosto de dizer, entendendo “tantas, tantas coisas”.

Continue lendo

Giovanna

https://i0.wp.com/img29.imageshack.us/img29/8136/gio.jpg

Jesus disse que seria fácil? Em nenhum momento. Quando conheci Giovanna, foi como se Ele mesmo quisesse me provar, assim na prática que isso era mesmo verdade: nada está programado para ser fácil.  Nos conhecemos numa dessas situações, justamente num momento onde essa idéia de Jesus seria repetida na minha mente umas trinta mil vezes, só para que eu conformasse um stress rotineiro de um congresso de jovens com as realidades espirituais. Giovanna me mostrou que dá mesmo pra fazer tudo isso, rindo, contando piada e acenando para a multidão ao mesmo tempo.

Isso foi só o começo, ela me ajudou a ver muitas coisas, uma série de verdades preciosas. E continua fazendo isso até hoje. Não que ela pratique todo o ponto de vista que costuma me mostrar (huhuhu), mas nunca conheci alguém tão seguro da visão de Deus e do que Ele pensa a respeito de alguém [e do que realmente tem que ser feito] do que ela. Assim, os problemas e pedrinhas do caminho podem ser facilmente colocados no diminutivo. Ela realmente consegue fazer as coisas mais engenhosas (e complicadas pra mim) de forma muito espontânea. Não tem como não admirar alguém assim.

Vencer limitações. Superar obstáculos e superar a si mesmo. Hoje, a Gi não tem mais esse colete feinho no pescoço, mas essa foto explica muito os verbos que coloquei antes dessa frase aqui. Todos nós que a conhecemos sabemos bem o que significam! E por isso damos parabéns por mais um ano de vida, porque este aniversário, foi conquistado mesmo! Por ela e pelo Senhor dela.

No dia em que a Gi voltou ao “convívio Igrejal”, logo depois de tudo o que aconteceu, o pessoal passou um vídeo e eu fiquei só na vontade de ter interferido na homenagem. Bem, se eu fizesse o vídeo, ficaria mais ou menos assim, ó:

Parabéns… E por mais clichê que soe a frase: obrigado por existir.

https://i0.wp.com/img32.imageshack.us/img32/8497/98785588.jpg

Faltando mais ou menos um mês para o meu aniversário, começo aqui uma série de posts especiais sobre… Mim mesmo. Isso!  Vocês leem textos sobre muita coisa que eu penso e quero escrever, mas dessa vez vamos conferir algumas coisinhas sobre mim. Afinal, todo blog tem uma vibe meio Wanderson (clique aqui, conheça o wanderson e saiba do que to falando) né? Hehe. Quem sabe não é esse ano? Oh Glória! Bem, vamos começar com uma das minhas manias preferidas, e que eu espero que você tenha também.

***

Ontem foi um dia digno de ser enviado para algum site de lamúrias, como o VDM. Hehe. Mas, uma coisa salvou meu dia todo: minha própria imaginação. Quem me conhece sabe que minha imaginação é bem mais fértil do que certos acres disputados pelo INCRA e o MST, e com ela eu posso fazer as coisas mais loucas. Eu tenho uma mania clássica: criar “trilha sonora” para todos os momentos. A cada hora, uma música vem ao meu “mp3 mental” e fica ali tocando, ainda que ela não esteja sendo executada naquela hora, acaba virando a trilha oficial daquele momento.

Bem, o dia (e a noite… rs) não foi tão ruim… Foi um pouco fora do normal. Apesar de terem acontecido algumas coisas não muito legais, a trilha sonora salvou o dia. Música linda, arranjo lindo, vocal lindo, letra linda… Deixo vocês com o Fruto Sagrado e seu hit “Diferentes dos anjos“.

E você? Também pratica “trilha sonora” mental? Quais tem sido as mais tocadas ultimamente pra você? Responda nos comentários!

Você… Brilhando.

https://i1.wp.com/img16.imageshack.us/img16/6671/shiningu.jpg

http://radiodojeff.podomatic.com/enclosure/2009-05-10T10_55_22-07_00.mp3

Você pode ler esse post ouvindo essa música aí em cima.  Blog do Jeff continua com audio!

***

Hoje amanheceu chovendo. Na verdade, ontem já acabou com chuva.  Como um bom designer, estava acordado em mais um amanhecer, sem necessariamente assistí-lo. Demorou para saber se era mesmo de manhã.  Mais uma vez o tempo estava fechado e se não fosse o relógio do meu computador,  eu realmente não saberia se o sol já tinha saído.  Desliguei o computador, me deitei e pensei:  “esse é um bom dia para não sair da cama”. Quem não gosta de dormir ou apenas “jiboiar” no quarto ou na sala num dia frio?

Existem dias que realmente são chuvosos. Você consegue até meio que prevê-los, mas nunca evitá-los. Uma hora no ano vai chover mais que em outra época e dias como esse, em que não se sabe se o sol saiu ou não vão ficando comuns. Moro no Nordeste brasileiro, e por aqui, o mês de Maio já inaugura um aumento no pluviômetro. Em alguns momentos de nossas vidas, esse medidor realmente aumenta, e os dias ficam cinzentos, nublados… Tão turvos que não se sabe nem mais a noção de horário! Entre as oito da manhã e as quatro da tarde não existe diferença nenhuma, a não ser, como eu já falei, pela posição dos ponteiros no relógio.

Mas a luz está lá. Ao observar o céu em tons de cinza-claro hoje cedo, fiquei pensando nisso. Além das nuvens, o sol nunca deixa de brilhar. Me lembro de uma viagem de avião que fiz. Depois de horas deslizando num céu azulado sob um tapete de chumbo, o avião desceu e encontrou um Recife no meio de uma tempestade. Nunca tinha visto eu mesmo aquele tipo de coisa, que é o natural. O sol não deixa de fazer seu trabalho. São as nuvens que cobrem a nossa visão dele.

Dias opacos perdem completamente a importância quando sabemos que o sol sempre brilha. João, ao falar de Jesus, diz que Ele é a luz que ilumina todos os homens. Se Jesus está brilhando [e assim como sol, Ele nunca deixa de brilhar], o inverno não consegue nos afetar. Somos surpreendentemente aquecidos por uma luz que nos cerca em nosso interior. Essa luz nos encontrou, corrigiu aquilo que fazemos, mostrou quem realmente somos e nos ofereceu cores eternas.

Eu espero que você esteja pronto para ser iluminado hoje, mesmo com essa chuva toda.

Sigam-me os bons!

https://i1.wp.com/img379.imageshack.us/img379/7426/twitter.jpg

Eu já trabalhava com o Twitter há uns dois anos. Desde quando o Projeto Joel 2 começou, eu já administrava a página deles por lá. Nunca imaginei que fosse virar sucesso da Internet. Mas virou. Então fiquei com muita vontade de publicar minhas próprias frases de efeito do dia-a-dia [o nick do msn nem sempre dá conta, né meu povo?].

Agora, você bisbilhota minha vida me acompanha também no meu Twitter! Espero te encontrar por lá, vai ser um prazer mesmo. Sigam-me os bons!

[para acessar, clique na figura ou no link do parágrafo anterior.]