Atende ó Senhor, a minha oração
E ouve a minha súplica
Responde-me, ó Deus, tão justo e fiel
Não entre em juízo comigo

Pois aos olhos Teus
Não há justo algum
Assolam minh’alma na escuridão
Por terra caí
Injúrias sofri
E a força que resta esmorece em mim

Aos Céus levanto minhas mãos
De onde o socorro há de vir
Sim, reconheço Tuas obras
Minh’alma, Senhor, anseia por Ti
Mostre o caminho a seguir
Tua vontade ensina-me
Destrói, ó Deus, meus inimigos…

…És meu refúgio
Em Ti confio
Sou servo Teu.

[(Melissa) “Salmo 143”]

Anúncios