https://i1.wp.com/img179.imageshack.us/img179/384/drumtx3.jpg

Alguém pode fazer falta por muito tempo. Eu não sei como anda o seu “saudadômetro”, mas é possível admitir que existe gente que espera por alguém há muito tempo. Não apenas por pessoas, mas também por coisas, por ocasiões. Cada um tem suas esperas. “O Terminal” é meu filme preferido por tratar desses assuntos. As pessoas e tudo aquilo que elas esperam.

Eu não sei se você está esperando alguma coisa. Eu espero por várias. Hoje estou em casa e falta pouco para que eu durma mais uma vez. É estranha a sensação de vazio que existe sempre que eu me sento em frente ao computador, e depois de ler as caixas de entrada, de olhar os comentários nos blogs que administro, depois de ler alguma matéria interessante, depois que olho os bonequinhos verdes do MSN… Vazio. É como se sempre faltasse alguém, e falta mesmo.

Terminei o livro que Andréia me deu de presente [aquele que comentei aqui outro dia] E como os últimos livros que tenho lido, o terminei com os olhos marejados. Depois de passarem vários personagens que agiram heroicamente no contexto “básico” da história bíblica, como Moisés e o próprio Davi, é um dos meus personagens preferidos que encerra a corrida. Jônatas me mostrou um pouco mais de sua lição de vida, muito mais do que aquilo que aprendi e li, depois de tantos anos. Isso me lembrou uma história antiiiiiiga.

Continue lendo

Anúncios